Depoimento sobre a minha experiência no Quênia

. .
Texto escrito por Dominique Rubenich, nossa voluntária que esteve em novembro de 2017 em Diani no Quênia.

Como começar a contar em poucas palavras o que nunca consegui expressar? Algumas experiências só vivendo mesmo para entender quão magníficas podem ser. O intercâmbio com a Exchange do Bem foi uma dessas experiências que eu só consigo transmitir pelo olhar. Passei três semanas, que agora julgo pouco, trabalhando na minha área de atuação, conhecendo novas perspectivas, novas rotinas e cruzando com as pessoas mais incríveis. Essas semanas vivendo com uma família local, comendo comidas típicas, usando o transporte público deles e fazendo amizades com o pessoal da comunidade, sem dúvida me tiraram da zona de conforto.  voluntariado no quênia

Desde o contato inicial com o Exchange do Bem até o pouso do último avião retornando à minha cidade, a equipe esteve em contato direto comigo, constantemente me perguntando sobre o dia a dia, sobre o laboratório e a receptividade da família em que me hospedei. A atenção dada por eles me deu confiança para embarcar nesse sonho.

Leia também: Como fazer intercâmbio voluntário em 6 passos?

Fui no final da minha graduação em Biomedicina, a poucas semanas da formatura, queria ter certeza de que pudesse ajudar em qualquer situação. A rotina laboratorial não difere muito das que tive contato aqui no Brasil, mas com muitos dos recursos limitados. Me vi buscando na memória o que tinha aprendido ao longo da faculdade. Não foi fácil, também não foi complicado. Foi intenso. Exigiu muito e reconhecer que acima de tudo eu consegui me superar é indescritível.

Esse voluntariado é diferente dos que estamos acostumados a ver na mídia. Não tirei fotos com crianças, nem com animais, houve pouco contato direto com os pacientes, entretanto, uma imersão numa realidade desconhecida por mim. O laboratório clínico tem papel importante no cuidado dos pacientes e mesmo não estando olhando para eles, senti que deixei um pedacinho do meu coração lá.

Leia também: Quanto custa fazer voluntariado no Quênia?

Quando pensamos em trabalho voluntário, vem logo à cabeça ajudar os outros, tentar, de alguma forma, melhorar o mundo de alguém. Pensando assim, esquecemos que estamos ajudando a melhorar nós mesmo. O crescimento pessoal ao conhecer novas realidades e novas culturas, é tão grande e tão importante, que mesmo agora fazendo o pouquinho que esteja ao nosso alcance, já nos moldamos para no futuro incentivar mais ações como essa.

Me abri para novas oportunidades, conversei com as pessoas e presenciei a felicidade inocente que perdemos ao longo do tempo. Cresci mais ainda como pessoa, como profissional e me prometi não esquecer da simplicidade que é a gratidão. voluntariado no quênia

Dominique Rubenich

Projeto: Msambweni County Referral Hospital

Período: Novembro de 2017

Para ver todos os projetos no Quênia, clique aqui.