FAQ

Confira algumas dúvidas frequentes sobre trabalho voluntário no exterior, intercâmbio social e a Exchange do Bem.

  • 1. Qual é o melhor país?

    Não existe o melhor país para voluntariar. Cada país tem suas peculiaridades, seja na cultura, na língua, nos costumes e também nos projetos. Cabe a você decidir onde suas habilidades serão mais úteis e com qual causa você se identifica mais. O resto deixe com a gente que cuidaremos de tudo para você.

  • 2. Terei tempo disponível para viagem?

    Sim, você terá os finais de semana livres para viagens e excursões e também nada impede que você fique mais alguns dias no país por sua conta para fazer a viagem dos seus sonhos. Apenas pedimos que durante os dias de trabalho, você seja responsável para estar presente nos projetos, pois eles precisarão da sua ajuda e contam com você.

  • 3. Quanto tempo durará meu projeto?

    Depende da sua disponibilidade e do tempo de duração do projeto escolhido. Temos projetos disponíveis a partir de duas semanas, mas sempre recomendamos ficar no mínimo quatro para você vivenciar mais o país escolhido. Para saber o tempo mínimo de cada projeto, basta clicar em “Saiba Mais” no projeto escolhido e depois ir para a aba “Detalhes”. 

  • 4. Posso ir com minha família ou amigos no mesmo projeto?

    Sim, é possível! Não existe qualquer restrição quanto a ir com conhecidos para um projeto. Apenas sugerimos que para você poder aproveitar ao máximo o intercâmbio, deverá estar disposto a vivenciar uma nova realidade e, às vezes, os grupos de amigos tendem a se fechar, então se lembrem do nosso conselho para manter a mente aberta a novos encontros e também para interagir com voluntários de outros países.

  • 5. Quais línguas eu devo falar?

    Depende da localização de cada projeto e pode ser tanto inglês como espanhol. Para países cuja língua nativa é o espanhol, é necessário pelo menos espanhol básico. Para demais países, o inglês intermediário é exigido, porém há projetos na África do Sul que permite inglês básico. Quanto maior o domínio do idioma, melhor será a sua experiência, pois assim você interage mais com os nativos e outros voluntários.

  • 6. Quem pode participar dos nossos programas?

    Todo mundo, quanto mais pessoas fazendo a diferença, melhor. Porém, menores de 18 anos só podem viajar acompanhado dos pais ou responsável legal.

  • 7. Eu não tenho muitas habilidades, será que eu posso participar?

    Claro! A principal habilidade necessária é a vontade de tornar o mundo melhor. Alguns projetos, como trabalhar em um hospital, são voltados exclusivamente para estudantes de medicina ou médicos, porém a grande maioria não exige nenhuma habilidade especial.

  • 8. Posso ter minha inscrição negada?

    Sim, a Exchange do Bem se reserva o direito de aceitar ou não cada voluntário. Analisaremos seu perfil e caso não esteja alinhado com o projeto escolhido, vamos sugerir outros projetos com os quais você possa se enquadrar, então caberá a você decidir se ainda tem interesse nas nossas recomendações.

  • 9. Quão seguro é o projeto?

    Todos os projetos que oferecemos em nosso site foram escolhidos rigorosamente tendo sempre em mente dois princípios: o impacto social causado e também a segurança de nossos voluntários. Além disso, vistoriais periódicas acontecem para que tenhamos certeza que os projetos sociais estão seguindo com suas atividades conforme nossos registros. Contudo, muitos dos países para os quais você pode ir possuem problemas de segurança ou doenças como HIV e febre amarela, então preste atenção nas dicas que daremos sobre segurança e vacinas.

  • 10. Quanto custa viajar com a Exchange do Bem?

    Cada projeto, tem um preço diferente que varia com o tempo de permanência, mas todos os nossos valores estão exibidos no nosso site. Para descobrir o preço, basta clicar em “Saiba Mais” no projeto desejado e depois ir para a aba “Preços”. 

  • 11. O que está incluído nos valores cobrados?

    Normalmente, a acomodação, alimentação, translado e assistência local estão inclusos nos valores, porém cada projeto tem sua peculiaridade. Para descobrir o que está incluído, basta clicar em “Saiba Mais” no projeto desejado e depois ir para a aba “Preços”. Embaixo da tabela de preços terá duas colunas, uma dizendo o que está incluído e a outra dizendo o que não está incluído.

  • 12. Por que é pago?

    Sua viagem envolve custos com transporte, orientação, hospedagem e alimentação. Os projetos sociais que apoiamos não conseguem arcar com esses gastos sozinhos e alguns recebem como doação parte da taxa que cobramos para manterem suas atividades. Também há uma taxa de administração que cobre impostos, campanhas de marketing, apoio aos voluntários, gastos com comunicação e inspeções dos projetos.

  • 13. Como eu devo pagar? Posso parcelar o valor?

    Os valores são pagos em reais e podem ser parcelados em até 10x sem juros no boleto bancário (contanto que a última parcela seja paga 35 dias antes da viagem) ou em até 12x com juros de 2,99% ao mês no cartão de crédito através do PagSeguro.

  • 14. Não tenho recursos para a viagem, mas é meu sonho realizar esse intercâmbio. O que eu posso fazer?

    Temos uma parceria com a plataforma Eventos do Bem que fornece página pessoal e assessoria especializada para lhe ajudar a arrecadar os recursos necessários através da ajuda de seus amigos e familiares. Para começar, clique aqui, pesquise por Exchange do Bem, crie a sua campanha e divulgue para sua rede!

  • 15. É necessário visto ou vacina?

    Depende do país escolhido e para saber se há necessidade de visto ou vacina, basta clicar em “Saiba Mais” no projeto escolhido e depois ir para a aba “Detalhes”. Também há informações mais completas disponíveis nos sites dos consulados e também vamos lhe ajudar após a sua inscrição. 

  • 16. Preciso viajar com seguro viagem?

    Sim, seguro viagem é obrigatório para qualquer viagem com a Exchange do Bem. Trabalhamos com três parceiros: Sul América, Assist Card e a Assist Med, três das mais respeitadas empresas do setor. Você pode cotar conosco seu seguro conosco ou fique à vontade para usar o que for mais vantajoso para você, apenas tenha certeza de que ele é válido para o país de destino durante todo o período da viagem.

  • 17. Posso comprar a passagem aérea com a Exchange do Bem?

    Sim, a Exchange do Bem vende passagem aérea através de parcerias com as maiores companhias do mercado. Nossos consultores realizam um trabalho excelente para buscar o melhor custo-benefício para o destino e período desejado e você não precisa se preocupar com nada, nós lhe entregaremos o pacote completo

  • 18. Exchange do Bem é uma ONG?

    Não, a Exchange do Bem é uma empresa social que tem como propósito tornar o mundo um lugar melhor. Não aceitamos doações diretamente para a empresa, porém criaremos vários projetos como construção de escola e atividades com fins educacionais e você é mais do que bem-vindo para ser nosso parceiro na realização desses sonhos.

  • 19. A Exchange do Bem é uma agência online?

    Sim, somos uma agência brasileira que atua como e-commerce para todo o Brasil. O atendimento é todo feito online através de reuniões por telefone, Skype e trocas de e-mail. Em toda inscrição é feito um contrato formal para que ambas partes sejam resguardadas.

  • 20. É verdade que 10% do lucro líquido da empresa é investido na educação no Brasil?

    Sim. Percebemos que a educação básica no Brasil é bastante precária e essa falta de acesso à educação tem criado problemas complexos de serem resolvidos como crianças nas ruas, tráfico de drogas e envolvimento com o crime. Por isso, destinamos 10% do nosso lucro líquido para investir em projetos educacionais e também buscamos parceiros no setor privado para termos um alcance maior com nossos projetos.

  • 21. O que é intercâmbio social?

    É uma viagem onde você ajuda um projeto social, normalmente localizado em outro país. É a combinação perfeita para quem gosta de viajar e quer fazer a diferença no mundo. Como consequência, você obtém crescimento pessoal, aperfeiçoa uma segunda língua, e aprende muito sobre uma nova cultura.

  • 22. Por que eu devo fazer um intercâmbio social?

    Costumamos dizer que ao ajudar alguém, você acaba ajudando a si mesmo. É um pouco clichê, porém não existe frase melhor para expressar o principal motivo para você fazer um intercâmbio social. Ao ajudar em um dos projetos, independentemente do tipo ou localidade, você se sente útil e valorizado, e as pessoas que foram beneficiadas pelo seu trabalho também compartilham desse sentimento. É uma energia e satisfação que só quem já foi sabe explicar. Além disso, você percebe que existem problemas bem maiores que os seus, enxergando o mundo com novos olhos. Profissionalmente, a participação em intercâmbios sociais também tem feito a diferença. As empresas têm valorizado cada vez mais os funcionários envolvidos em trabalhos voluntários.

  • 23. Por que há uma maior inserção cultural?

    Você conviverá diariamente com os membros da comunidade local, com a cultura e os problemas do País escolhido – o que o fará sair da sua zona de conforto. Nossos programas são planejados para que você tenha uma maior inserção cultural vivenciando o dia-a-dia de uma realidade completamente diferente da sua.

  • 24. Ainda tenho dúvidas. Como eu faço para entrar em contato?

    Você pode entrar em contato por telefone, Skype, e-mail ou ainda nos enviar uma mensagem pelo formulário do nosso site. Clique aqui para entrar em contato conosco! 🙂