Qual o melhor país? Trabalho Voluntário na Ásia

. .
Esse é o segundo post da série “Qual o melhor país para ser voluntário no exterior?” e abordará as nossas opções de trabalho voluntário na ásia.

Ser voluntário no exterior gera bastante dúvidas. Muitos interessados nos perguntam qual é o melhor país para fazer trabalho voluntário no exterior e para responder essa pergunta, nossos consultores têm de entender melhor o perfil do voluntário. Isso engloba saber o que essa pessoa está procurando com essa experiência: choque, maior inserção cultural, bastante passeios turísticos, etc. Para ajudar nossos voluntários nessa difícil decisão, decidimos escrever três posts contando um pouco mais sobre cada país e o que vocês podem esperar em cada continente. Nesse post, vamos falar sobre trabalho voluntário na Ásia.

Trabalho voluntário na Ásia

1. Nepal

Conhecido pelos aventureiros por suas belas trilhas, no Nepal se situa o Monte Everest, o pico mais alto da terra com 8850 metros. Podemos dizer que foi nesse país que a Exchange do Bem deu seus primeiros passos. Em 2013, o Eduardo, fundador da empresa, fez um voluntariado em um orfanato e também em uma escola do vilarejo onde ele atuou. Na época, ele não imaginava quanto essa experiência mudaria a sua vida. Porém, 3 anos depois, deu início a Exchange do Bem e a ONG onde ele atuou no Nepal foi a nossa primeira parceria.

Por ser considerado um dos países mais pobres da Ásia e com metade da população vivendo abaixo da linha da pobreza, o país necessita de ajuda de voluntários para fazer frente à situação de miséria atual – agravada pelos desastres naturais. Portanto, a infraestrutura do país é básica e frequentemente a queda de energia. Assim como em outros países do continente, o trabalho voluntário na Ásia é recomendado para pessoas proativas, acostumadas a viajar e dispostas a sair da zona de conforto. Os voluntários são alocados em casas de família acostumadas a receber voluntários e tem como refeição diária o dal bhat – prato típico nepalês. Não há data específica para chegar, então sempre procuramos as passagens aéreas mais baratas para indicar aos interessados.

Leia também: Qual o melhor país? Trabalho voluntário na África

A ONG parceira que trabalhamos no país atua com foco na educação, proteção à infância e saúde da população do Nepal. Em 2016, também conseguiu fundos para a construção de uma escola que foi demolida pelo terremoto. Temos projetos em Kathmandu, capital do país, como o projeto de proteção à infância e empoderamento feminino; no entanto, temos também projetos no interior do país, como a fazenda orgânica, projeto de pintura de escolas e o projeto de educação. Quanto ao idioma, apesar do Nepal falar nepalês, é necessário saber apenas inglês a partir do intermediário para conseguir se virar bem nos projetos.

Área da saúde

Para os estudantes da área da saúde, oferecemos uma excelente oportunidade para fazer um trabalho voluntário dentro de um hospital em Pokhara, uma das cidades mais bonitas do país. Para os mais aventureiros, criaremos um grupo para irmos ao interior do Nepal com uma clínica móvel para atender a população mais carente que não tem acesso à saúde. Os estudantes também podem criar seu próprio grupo, assim organizamos uma viagem exclusiva.

 A diversidade de etnias dentro do mesmo país e a hospitalidade dos locais encanta qualquer viajante. É praticamente impossível não deixar parte do seu coração no Nepal. Para ver todos os projetos no país, clique aqui.

2. Índia

Entre os países mais populosos do mundo, a Índia detém um terço da população mundial que vive em extrema pobreza. Enquanto os voluntários ajudam a minimizar essa situação, eles também podem conhecer famosos monumentos como o Taj Mahal – um dos mausoléus mais conhecidos do mundo, entre outros locais históricos e religiosos. Essas atrações tornam a Índia um ótimo destino para fazer trabalho voluntário na Ásia. No país, estamos expandindo nossos projetos, mas atualmente já contamos com projetos de proteção à infância para atender uma comunidade carente no país e também de empoderamento feminino. Inglês é importante nos projetos da Índia e exigimos nível avançado para projetos de empoderamento feminino e intermediário nos demais projetos.

Por ser um país conhecido por ser extremamente machista, procuramos concentrar nossos esforços para o desenvolvimento das mulheres indianas. Nossos projetos de empoderamento feminino, um em Goa e outro em Jaipur, tentam trazer às mulheres atendidas um pouco de esperança para que tenhamos igualdade de gênero, transformando a opressão em desenvolvimento e oportunidade para as mulheres. Além de lutar pela igualdade de gênero mundialmente, os voluntários também acabam aprendendo como esse tema está sendo discutido em diferentes culturas. Isso é possível devido ao convívio com as mulheres locais e outros voluntários de diferentes países. 

Para garantir a segurança dos nossos voluntários, temos uma empresa parceira no país. Ela nos auxilia para recepcionar todos voluntários no aeroporto, levar até a acomodação, ajudar no transporte diário para os diferentes projetos, além de oferecer três refeições diárias aos voluntários e acomodação aos voluntários. A acomodação é na casa dos voluntários, então sempre terão companhia.

Leia também: É seguro fazer trabalho voluntário no exterior?

Aos finais de semana, essa empresa que nos auxilia também oferece pacotes de passeios turísticos com segurança. Além disso, dependendo da época do ano, é possível presenciar um dos eventos mais imperdíveis do país, o Holi (Festival das Cores), que comemora a chegada da primavera com muita diversão e tinta para todos os lados.

Para conhecer e se apaixonar pelos nossos projetos na Índia, acesse aqui.

3. Tailândia

Da agitação de Bangkok, para as praias paradisíacas, a Tailândia é sem dúvida uma parada obrigatória para quem deseja fazer trabalho voluntário na ásia. Raylay Beach, Maya Bay, Phi Phi Island, todas com águas cristalinas e mornas; um verdadeiro convite para o mergulho. Enquanto nossos voluntários têm a oportunidade de conhecer todas essas maravilhas, eles também irão contribuir para o desenvolvimento do país. A Taiilândia ainda luta contra a prostituição e busca maior proteção para os animais que correm risco de extinção. 

Todos os nossos projetos são localizados no norte do país, na cidade de Chiang Mai. Como em todos os nossos destinos, atuamos com projetos de educação de crianças e proteção à infância. Os mais idosos também não foram esquecidos. O país é um dos poucos lugares onde você pode fazer trabalho voluntário na ásia ajudando os senhores e senhoras

A população do país é majoritariamente budista, então é uma excelente oportunidade para conhecer e aprender mais sobre a religião. Porém, para que ocorra uma troca, é legal ensinarmos também. Por isso, temos um projeto para ajudar na educação de monges budistas. Os voluntários podem ensinar tanto inglês, como alguma oficina que tenha conhecimento. 

Assim como na Índia, os voluntários também ficam na casa de voluntários. Também frequentemente há viajantes de vários países do mundo, ótimo para interação global. A mesma empresa que nos auxilia na Índia também presta um excelente suporte na Tailândia também. Gostou? Confira todos os projetos clicando aqui.

4. Sri Lanka

Para os amantes de história, espiritualidade e natureza, esse belo país localizado no sul da Ásia é fascinante. Budismo e Hinduísmo se mesclam amigavelmente e dão o tom para o clima espiritual de Sri Lanka. Essa atmosfera torna nossos projetos no Sri Lanka ótimas opções para fazer trabalho voluntário na Ásia. No país, também oferecemos projetos com monges budistas, então é possível sair do país conhecendo tudo sobre o budismo.

Por ser um local pouco explorado por viajantes, o sul da ilha reserva belíssimas praias com águas quentes e cristalinas. Tudo isso compõem o clima de tranquilidade no país que aguarda voluntários para ajudar no seu desenvolvimento. A preservação desses ambientes é uma das nossas preocupações no país e para quem ama animais, podem nos ajudar a salvar as tartarugas em um projeto encantador de conservação. 

Assim como nos países anteriores, com exceção do Nepal, os voluntários também ficarão na casa de voluntários. Transfer, alimentação, transporte diário para o projeto, acomodação, e muito mais, está incluído para os voluntários não se preocuparem.

Projetos de proteção à infância, educação e empoderamento feminino também podem ser encontrados no país. Para visualizar todas as oportunidades, clique aqui.

5. Vietnã 

Se você já viajou bastante, deve estar procurando um destino bem diferente para fazer trabalho voluntário na Ásia. O Vietnã é um dos poucos países socialistas do mundo. Além disso, ainda contém destroços de um dos eventos que o deixou mundialmente conhecido: a guerra do Vietnã. Com a vitória do Vietnã do Norte, o país se tornou a República Socialista do Vietnã. Contudo, apesar de ser politicamente comunista, o Estado abriu sua economia para o capitalismo. 

A mistura de uma política mais controladora com uma economia liberal tem dado certo. Hoje o Vietnã é um dos países emergentes que mais cresce globalmente. Felizmente, aos poucos, tem diminuído seus problemas de desigualdade social e infraestrutura precária. Para continuar o progresso do país, ajudamos as crianças que tem algum tipo de deficiência física ou visual. Crianças órfãos também não foram esquecidas e muito menos os mais idosos.

Oficinas culturais

Em todos países da Ásia, com exceção do Nepal, oferecemos também algumas oficinas. Acreditamos que isso é importante para terem uma maior inserção na cultura do país. Portanto, os voluntários terão janta com uma família local e aula da culinária local no Vietnã, Tailândia, Índia e Sri Lanka. Às vezes, você pode ter oficina de rena ou sobre a cultura do país. Nesses país, também contamos com a ajuda de uma empresa para dar suporte 24h aos nossos voluntários. Todos são hospedados em uma bonita casa de voluntários, então sempre terão companhia.

Vietnã é uma mistura rara que é imperdível para qualquer desbravador de novas culturas, para ver todos os projetos, acesse aqui.