Quando um sonho, torna-se realidade!

. .
Texto escrito por Pollyane de Castro Tonon, nossa voluntária que esteve em dezembro de 2018 a janeiro de 2019 no Quênia.

Ir pra África como voluntária sempre foi um sonho, principalmente na área de medicina, e foi a Exchange do Bem que me deu a oportunidade de fazer esse sonho virar realidade.

Muitas pessoas próximas a mim me falaram que talvez a experiência fosse muito chocante e que eu nao ia aguentar viver numa realidade tão diferente da que eu vivo. Mesmo com muitos comentários pessimistas, a minha felicidade só aumentava, e quando cheguei ao Kenya, não teve um dia sequer que eu me senti triste ou desconfortável por estar em outra realidade, pelo contrário, foi amor à primeira vista. Eu acordava e ia dormir todos os dias feliz.

Por ser estudante de medicina, escolhi me voluntariar na maternidade do Hospital Port Reitz. Fui muito bem recebida por todos médicos e enfermeiras, os quais faziam questão de me incluir em todos os procedimentos, tirar todas as minhas dúvidas e me ensinar tudo o que podiam. Não foram poucas as vezes em que me falaram: 3 semanas é muito pouco!
Você tinha que ficar pelo menos 3 meses, ia sair daqui fazendo uma cesária sozinha! Além dos profissionais da saúde, tive contato com as pacientes, que também, mesmo com muita dor, me trataram muito bem e me agradeceram por estar ali ao lado delas, um gesto simples, mas que marcou a minha vida pra sempre.

Fora do hospital tive a oportunidade de conhecer as belezas de Mombasa, como as praias de águas cristalinas e fazer um Safari, é quase chorei quando vi um elefante de pertinho pela primeira vez !

Como fiz amizade com outros voluntários brasileiros, em um fim de semana tive oportunidade de conhecer o Wema Centre, o instituto que ele voluntariava. Foi um dos melhores dias da minha viagem. Conhecer e receber o amor de todas aquelas crianças me fez perceber o quão poderoso são pequenos atos e que apenas um sorriso pode transformar seu dia. Fomos também, em um domingo à noite, entregar roupas a pessoas em situação de rua e pude conhecer de perto a realidade dessa população, o que fez aumentar a minha vontade de tentar fazer um pouco mais para melhorar a qualidade de vida delas.

Eu tentei descrever um pouco da minha experiência, mas na verdade não consigo colocar em palavras o que é sentimento. Eu só tenho a agradecer por essa experiência tão incrível, que me deu oportunidade de conhecer outras realidades e pessoas incríveis. Vim embora já planejando minha volta. Obrigada Mombasa. Obrigada Port Reitz. Obrigada Exchange do Bem.

Projeto: Port Reitz
Duração: 3 semanas
Para todos os projetos do Quênia clique aqui