Uma experiência na África do Sul que mudou a minha vida

. .

Meu sonho sempre foi fazer um voluntariado na África do Sul. O que eu não sabia era que a minha maneira de ver e sentir a vida iria se transformar muito! Fiquei seis semanas. Como foi um tempo longo perto dos outros voluntários, conheci pessoas do mundo inteiro, uns chegando e outros indo embora. Fiz tantas amizades para guardar a minha vida inteira.

Chegar em um lugar onde toda a cultura é diferente é um desafio… a língua diferente.. Aprendi a me virar e foi um ensinamento maravilhoso. Tínhamos que economizar bastante água devido à escassez de água no país, tínhamos que conviver com regras e aceitar a todos, um grande aprendizado!

áfrica do sul

Agora, sobre as crianças, eu não sei por onde começar. Cheguei no projeto no primeiro dia, me senti perdida, com meu inglês ruim, achei que ninguém ia falar comigo e que eu não ia conseguir me comunicar o suficiente, e o que eu menos fiz nessas seis semanas foi falar! Eu fui recebida com tanto amor, com tantos abraços e beijos, com tantos olhares recíprocos que me faziam ter a certeza de que ali era o meu lugar.

Eu amei todas as crianças, mas sempre tem as que ficam especiais no nosso coração. Tive o Nnoda e a Lisa, um casal de irmãos, e todas as tardes eu chegava no projeto e, como a casa deles era do lado, eu chegava e gritava seus nomes para eles me ouvirem e eles vinham correndo.

Abraços e brincadeiras

Nos abraçávamos e brincávamos e eu queria o bem deles de uma maneira tão grande que deixar eles lá foi muito difícil..eles me apresentaram os pais deles quando estavam no projeto. Teve o Brian, meu filho (como chamamos as nossas crianças mais próximas). Vivíamos juntos também. Ele chegava no projeto e eu estava sempre no mesmo lugar esperando ele. O dia em que ele não ia ao projeto, eu ficava esperando ele chegar.

Compartilhei tantos momentos com ele…da sua vida, até mesmo da minha. Eu sinto saudade do olhar dele e do seu abraço… o lindo, todos os dias ele chegava no projeto e gritava o meu nome e eu ficava esperando ele me achar. Ensinei muitas coisas para ele e ele, sem dúvidas, me retribuiu em dobro. Teve tantos outros que eu gostaria de relatar aqui, mas é impossível relatar tudo.

Leia também: Qual o melhor país? Trabalho voluntário na África

Eu tenho um sentimento muito forte por essa crianças. Eu espero que elas se tornem grandes pessoas e pessoas do bem. A saudade que eu sinto é enorme. Eles me ensinaram muito sobre a vida e eu penso neles todos os dias. Essa experiência ninguém tira de nós, melhor experiência da minha vida!

Eu amei essas crianças de uma maneira inocente e verdadeira e sei que fui muito retribuída nesse amor. Eles deram tudo deles pra mim e eu espero ter deixado um pedaço de mim neles.. Quero ter a oportunidade de ir novamente e ver meus filhos! <3

Texto escrito por Brendha Peuckert Soldera. ÁFrica do sul, janeiro de 2018.