Como funciona intercâmbio voluntário em 7 passos?

. .

Como funciona e como fazer intercâmbio voluntário em 7 passos? 

Como funciona intercâmbio voluntário? É gratuito? Qual o preço? Quando ir? Precisa saber inglês? É na África? As dúvidas são muitas quando pensamos em como fazer intercâmbio voluntário.

Esperamos te dar todas as respostas para as dúvidas mais frequentes que recebemos, tais como:

1. Posso fazer intercâmbio voluntário por conta própria?
2. Para onde eu posso ir?
3. Como escolher o melhor projeto?
4. Quando ir e quanto tempo demora?
5. Intercâmbio voluntário é gratuito? Qual o preço?
6. Visto, vacina, passaporte, como funciona?
7. Como posso me preparar para essa experiência?

Para não deixarmos nenhuma resposta para trás, decidimos dividir esse texto em 7 passos para você realizar o sonho do intercâmbio voluntário.

          1.           1. Sozinho ou com ajuda de alguma agência?

É necessária uma empresa para organizar essa viagem? Se você conhece um projeto no exterior confiável e seguro, está acostumado a viajar, já fez curso de como ser um bom voluntário e prefere organizar tudo por conta-própria, a resposta é não.

Porém, se você não conhece um projeto seguro e confiável, não sabe como chegar lá, uma agência facilita muito a organização da viagem. Além disso, uma agência como a Exchange do Bem capacita os voluntários e mensura o impacto social causado.

                 Mas como escolher a melhor agência?

Contudo, tenha cuidado na hora de escolher a agência para organizar a sua viagem. Infelizmente, existem muitas agências que se preocupam apenas em vender viagens, sem se preocupar com o impacto social causado.

Aqui na Exchange do Bem, nós inspecionamos todos projetos que apoiamos e criamos uma equipe parceira em cada país para dar suporte ao voluntário. Essas precauções são necessárias para criar um ambiente seguro ao voluntário.

Além disso, capacitamos todo voluntário com cursos online gratuitos para nossos voluntários. Os cursos são de reflexão sobre o papel do voluntário, mensuração de impacto social e cursos técnicos.

Por fim, para você não cair em uma fria na hora de escolher a empresa, leia sempre também as avaliações dos voluntários em sites como o Opiniões Verificadas e o Reclame Aqui. Na Exchange do Bem, só para exemplificar, temos orgulho em ter uma nota excelente (9,8/10) no Opiniões Verificadas e nenhuma reclamação no Reclame Aqui.

Grupo no Telegram Sobre Intercâmbio Voluntário
  1.           2. Escolha do País

Agora que você já escolheu se quer viajar por conta própria ou com uma agência, então vamos falar sobre qual o melhor país para o seu perfil.

Fazer intercâmbio voluntário é para muitos a realização de um sonho, então é normal gerar bastante dúvidas. Muitos interessados nos perguntam qual é o melhor país para fazer intercâmbio voluntário. Para responder essa pergunta, nossos consultores têm de entender melhor o perfil do voluntário.

Por exemplo, o voluntário prefere um destino onde terá um choque de realidade maior? Quer um lugar mais tranquilo para descansar também nas horas livres? Quer maior imersão cultural? Além disso, tem alguma atração turística que gostaria de conhecer também durante a viagem?

Indo um pouco mais além, o voluntário tem conhecimento em outro idioma?

Caso não tenha conhecimento em inglês ou espanhol, nós recomendamos as nossas viagens em grupo ou também destinos como o Brasil e Moçambique cujas línguas é o português.

Para te ajudar nesta difícil decisão, temos um quiz super legal para os voluntários conhecerem os 3 países que mais combinam com o seu perfil.

quiz intercâmbio voluntário

  1.           3. Escolha do Projeto

Imediatamente após decidir o país, a escolha do projeto é outra etapa fundamental. Para decidir o projeto ideal, pense sobre onde suas habilidades serão mais úteis.

Mas eu preciso ter alguma habilidade específica? Não necessariamente.

Nós temos projetos para todos os perfis. Cada projeto tem seus pré-requisitos, mas de maneira geral, você deve ter no mínimo 18 anos e alguns projetos podem exigir conhecimento em outra língua também.

Além disso, se o projeto exigir algum conhecimento específico, nós vamos te dar acesso gratuito à nossa plataforma de cursos online para você adquirir a habilidade necessária.

Para ajudar na escolha do melhor projeto para o seu intercâmbio voluntário, é legal uma breve reflexão sobretudo sobre seus interesses e habilidades.

Por exemplo, você tem facilidade para ensinar? Projetos de educação podem ser uma boa opção. Gosta de trabalhar com crianças? Temos várias opções nessa área também. Estuda ou é profissional na área da saúde? Logo, temos hospitais que necessitam de ajuda. Ama animais? Do mesmo modo, temos também diversos projetos de proteção aos animais.

intercâmbio voluntário
  1.           4. Definir o Período do seu Intercâmbio Voluntário

País e projeto decidido? O próximo passo é definir as datas e a duração da sua viagem.

Se você está organizando a viagem por conta própria, você deve entrar em contato com o projeto para verificar quando você pode ir.

Aqui na Exchange do Bem, nossos projetos no Brasil, Peru, Colômbia, Costa Rica, Quênia, Gana, Tanzânia, Moçambique e Nepal são mais flexíveis, pois não tem dia específico para chegar.

Destinos como África do Sul, Índia, Tailândia, Sri Lanka e Vietnã têm dias específicos para chegar e depende do projeto.

Para verificar as datas disponíveis, você pode clicar em “Detalhes” na página do projeto do nosso site.

Além do dia de chegada, é importante escolher também o número de semanas. A grande maioria dos projetos tem tempo mínimo de 2 semanas, embora seja possível encontrar projetos que aceitem apenas uma semana.

  1.           5. Organização Financeira

Mas se estou indo como voluntário, por que eu devo pagar? Já escutamos essas perguntas algumas vezes.

Justamente por você está indo como voluntário que você deve arcar com os custos da sua viagem. Viajar como voluntário não significa viagem gratuita ou viajar de forma mais barata.

                 Por que não é gratuito fazer intercâmbio voluntário?

O objetivo principal é ajudar, então não faria sentido um projeto que tem necessidades ter de pagar pelas suas despesas, não é mesmo? Também em todos países têm pessoas tão qualificadas quanto nós, então se fosse para arcar com as despesas dos voluntários, certamente daríamos prioridade para quem é do próprio país.

Além disso, é importante deixar claro que você não paga para fazer voluntariado. Você paga pela sua viagem e pela organização dela. Sua viagem envolve custos principalmente com transporte, orientação, hospedagem e alimentação.

Os projetos sociais que apoiamos não conseguem arcar com esses gastos e alguns recebem como doação parte da taxa que cobramos para manterem suas atividades.

Bem como, parte do valor é para pagar as despesas administrativas e operacionais da Exchange do Bem. Afinal, também temos que pagar impostos, taxas bancárias, aluguel, gastos com marketing, viagens para inspeção dos projetos etc. Temos um texto no nosso blog sobre a transparência dos valores que cobramos, recomendo dar uma lida também.

                 Certo, mas quanto custa afinal, fazer intercâmbio voluntário?

Os valores vão depender do destino e do período desejado.

Assim como qualquer viagem, quanto mais tempo você ficar, mais caro será também. Na Exchange do Bem, as viagens custam a partir de R$990,00 aqui no Brasil e a partir de US$540,00 (2 semanas em Gana), sem passagem aérea incluída.

Para você ter acesso a todos os valores, na página de cada projeto do nosso site, você consegue ver os valores para viajar com a Exchange do Bem. Também nessa mesma aba, tem tudo o que está incluído nos valores que cobramos e tudo o que não está incluído.

Para você se organizar financeiramente, a dica é se planejar com antecedência. Quanto antes você se organizar, melhores serão os preços da passagem aérea e melhores são as condições de pagamento da viagem.  

Se você fizer o intercâmbio voluntário conosco, os valores do programa podem ser parcelados em até 10x sem juros no boleto bancário, contanto que a última parcela seja paga 35 dias antes da viagem, ou em até 12x no cartão de crédito com juros cobrados pela operadora de cartões (de até 16% de juros no valor total).

Fechando com antecedência, você também não terá nenhuma surpresa se o dólar ou o euro variar, pois nós fixamos o valor em reais quando você assina o contrato conosco.

intercâmbio voluntário
  1.           6. Parte Burocrática e Informações

Se você já fechou sua viagem, chegamos na parte que muitos acreditam ser a mais chata.

Não por quê é difícil, mas sim porque a ansiedade está nas alturas esperando a data de embarque.

Passaporte, como fazer o visto, vacinas obrigatórias e recomendas, melhor aeroporto para chegar, qual o melhor seguro viagem, etc. As dúvidas podem ser muitas.

É necessária muita pesquisa para que você não estrague o seu sonho sendo barrada no aeroporto na chegada. Tudo isso depende do destino que você escolher, então não existe uma resposta única.

Por isso, entre em contato com as representações oficiais do país de destino para você ter certeza de que tem todas as informações para fazer seu intercâmbio voluntário sem problemas.

Se seus planos são viajar com a Exchange do Bem, não precisa se preocupar com isso. Nós passaremos todas as informações necessárias para você não ter nenhum problema durante seu intercâmbio voluntário.

Também nessa etapa, vamos passar quem é o contato de emergência no país, qual é o endereço da sua acomodação e quem vai te pegar no aeroporto. Resumindo, tudo que você precisa fazer é seguir nossas orientações para embarcar tranquilamente.

  1.           7. Como se preparar para um intercâmbio voluntário?

Visto que já escolhi meu destino e projeto, estou com o passaporte na mão, visto feito e vacinas tomadas, estou pronto para embarcar!

ERRADO!

Agora vamos a última e mais importante das etapas: a preparação para a viagem. Isso envolve mais do que passaporte, visto e vacinas.

Esse é o momento para você se preparar e capacitar. Ainda que a intenção de ajudar é genuína, nem todo mundo está de fato preparado para ajudar um projeto. 

Assim como deve ser uma experiência transformadora para você, também deve ser para o projeto que você vai ajudar. Você deve ler sobre o seu destino, conhecer a necessidade do projeto e chegar já capacitado para ajudar.

Se acaso você tem dúvidas se está preparado ou não para ajudar um projeto, recomendo fortemente que você viaje com uma empresa que forneça cursos de capacitação.

                 Como funciona a capacitação do voluntário da Exchange do Bem?

Nós temos uma plataforma de cursos onlines que fornecemos gratuitamente aos nossos voluntários. Temos um curso de reflexão e cursos técnicos.

No curso de reflexão, você aprenderá como deve se comportar para que sua viagem seja transformadora para você e para o projeto. Nos cursos técnicos, você aprenderá sobre brincadeiras para crianças de até 12 anos, inteligência emocional, higiene de saúde bucal etc.

Você não fará todos, pois os cursos devem ser feitos de acordo com a necessidade do projeto. Por isso, em cada viagem, nossa equipe te orientará qual o curso que deve ser feito para que você tire melhor proveito dessa experiência.

Como inspecionamos os projetos antes de enviar os voluntários, nós sabemos também as necessidades de cada projeto. Por isso, se o projeto está precisando de um curso de cuidados de saúde básica, nós vamos te dar acesso a esse curso para você chegar no projeto mais preparado também.

O mais legal é que os projetos comprovam a qualidade dos nossos voluntários visto que recebemos com frequência elogios de que eles são sempre os mais bem preparados.

como voluntariar no exterior

          Etapa Bônus da Exchange do Bem: Impacto Social

Falamos muito sobre a preparação para você, mas e o projeto?

Organizamos intercâmbio voluntário para que seja uma experiência transformadora para o voluntário e impactante positivamente para o projeto.

Para nós, não faz sentido organizar essa viagem se apenas um lado é beneficiado dessa experiência.

Por isso, a Exchange do Bem é dividida em três diretorias, todas de igual importância dentro da empresa:

1) Marketing e Venda: responsável pelo crescimento de número de voluntários.
2) Capacitação e Pré-Embarque: responsável por capacitar e preparar o voluntário para que ele tenha uma experiência transformadora.
3) Impacto Social: responsável por mensurar o impacto social e propor novas atividades para atender as necessidades dos projetos.

Durante a sua viagem, daremos todo o suporte necessário para que você tenha uma excelente experiência. Além disso, você nos ajudará coletando dados. Assim, nós conseguimos mensurar o impacto social causado na sua viagem e dos demais voluntários.

Com a ajuda de mais de 700 voluntários, por causa de nossas viagens, já impactamos diretamente a vida de mais de 3000 pessoas em 15 países totalizando mais de 40000 horas de voluntariado.

Por exemplo, já conseguimos construir um sistema de drenagem para um orfanato em Gana, uma creche no Peru, levamos atendimento médico para o interior do Nepal, revitalizamos um projeto que cuida de crianças com deficiência no Brasil, pintamos e demos consultoria para um orfanato na Índia etc.

Não precisa se preocupar, nós daremos todo o suporte necessário para você conseguir ajudar de verdade o projeto.

          Agora sim, você está pronto para o seu intercâmbio voluntário!

A pergunta que mais respondemos é como funciona intercâmbio voluntário.

Por isso, criamos essas etapas para te ajudar. Seguindo todas as dicas, temos certeza de que você terá uma viagem inesquecível e com impacto positivo para o projeto.

Caso você prefira viajar por conta própria, lembre-se sempre de avaliar principalmente a segurança do local e a idoneidade do projeto. Tenha certeza de que você está indo para um projeto confiável e com impacto social relevante.

Se acaso você deseja ir para um projeto confiável, com segurança, suporte local, impacto social e ajuda com capacitação e preparação para a viagem, a Exchange do Bem é a escolha certa.

Entre em contato conosco para te ajudarmos a definir o melhor país para o seu perfil.

          Quem é a Exchange do Bem?

A Exchange do Bem é uma empresa social que tem o objetivo de fomentar o voluntariado, conectando voluntários com diversos projetos ao redor do mundo. São mais de 70 opções na África, Ásia e América Latina para você realizar seu intercâmbio voluntário.

Seja nosso voluntário e nos ajude a transformar o mundo em um lugar melhor. Comece escolhendo o seu projeto ou entre em contato conosco para te ajudar a descobrir o melhor projeto para o seu perfil.

voluntariar no exterior

Dúvidas Frequentes sobre Intercâmbio Voluntário

O que é intercâmbio voluntário?

Intercâmbio voluntário é uma viagem cujo objetivo é principalmente ajudar um projeto social. Viajando como voluntário, você terá uma maior imersão cultural e conhecerá mais de perto a realidade do país, além de ajudar um projeto.

Quanto custa um intercâmbio de trabalho voluntário?

Em primeiro lugar, é importante esclarecer que você não paga para fazer voluntariado. Você paga pela sua viagem. Por isso, como qualquer outra viagem, os valores vão depender do período de duração e do destino escolhido.

Como fazer intercâmbio voluntário?

Primeiramente, você deve escolher o projeto social que deseja ajudar de acordo com suas habilidades e perfis. Existem diversas agências como a Exchange do Bem que contam com uma rede de projetos confiáveis e seguros para os voluntários ajudarem.

Por que fazer um intercâmbio voluntário?

Ao ajudar alguém, você acaba ajudando a si mesmo. É um pouco clichê, porém não existe frase melhor para expressar o porquê de você fazer um intercâmbio voluntário. Além disso, você percebe que existem problemas bem maiores que os seus, enxergando o mundo com novos olhos. Profissionalmente, a participação em intercâmbios voluntários também tem feito a diferença. As empresas têm valorizado cada vez mais os funcionários envolvidos em trabalhos voluntários.

Quais são os tipos de trabalho voluntário?

São vários os tipos de trabalho voluntário que você pode ajudar. Você pode trabalhar, por exemplo, em escolas, creches, orfanatos, hospitais, projetos com animais, etc. Para escolher o projeto, em resumo, você deve pensar em que causa gostaria de ajudar e quais são suas habilidades.