Dia da Consciência Negra – Depoimento de uma mulher preta

. .
Oi, sou a Barbara, mulher preta campineira que se apaixonou pela cidade grande, São Paulo, há alguns anos.

Sou filha de uma mulher inspiradora que é diretora de escola e do metalúrgico mais amoroso que existe nesse mundo. Meu irmãozinho mais novo é uma cópia minha com 30 centímetros a mais de altura, me deu um sobrinho sapeca de 4 patas e é meu companheiro de profissão, somos estatísticos.

Dia da Consciência Negra - Barbara Maia

Estou sempre em busca da evolução profissional e pessoal, como mulher, filha, amiga, irmã, cidadã e venho dividir com você um pouco do que aprendi nos últimos anos. Fui convidada pela Exchange do Bem para falar sobre o dia da Consciência Negra.

Novembro chegou e junto com ele o Dia da Consciência Negra é relembrado.

Por muitos anos recebi felicitações em 20 de novembro e me sentia bem com isso. Porém, há algum tempo fui me percebendo como alguém que deveria entender melhor a história de seus ancestrais. Eu sempre ouvi pessoas contando histórias de suas famílias, dizendo que vieram de países distantes para fugir de uma guerra ou buscar uma vida melhor.

A única história que eu sabia era o que me contaram na escola: meus ancestrais foram escravizados. Depois disso existe uma enorme lacuna na história da minha família até chegar ao nascimento da minha avó. Em algum momento fiquei incomodada com essa lacuna e resolvi buscar referências negras para aumentar meu repertório.

Assim, eu venho percebendo como é importante construir uma história não só para saber o passado, mas para construir um futuro melhor. Pensando nisso te convido a voltar ao começo do meu texto. Você sabe a origem do Dia da Consciência Negra?

Eu te conto! Esse dia tem relembra a morte de Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares. Esse e outros líderes muito importantes na história negra lutaram muito pela liberdade e justiça para o povo negro. Diferente do que nos contam nas escolas, por exemplo, a libertação do negro não começa com a assinatura da Lei Áurea.

Os escravizados lutaram muito por conta própria e após a “libertação” não foram inseridos na sociedade como deveriam.

Os negros não tinham direito a posses, estudos, voto ou tomar decisões e essa falta de assistência se reflete até hoje quando observamos números de negros vivendo em comunidades ou servindo de mão de obra em sub empregos. Com todo esse contexto sequer consigo afirmar que estamos realmente libertos.

Conhecendo este contexto imagino que faça mais sentido pensar no 20 de novembro como um dia para lembrar de tudo isso, refletir sobre a situação dos negros no passado e na atualidade. Essa data é uma provocação para que as pessoas possam pensar o negro como um individuo que merece, assim como todo ser humano, ter acesso a tudo que não negros tem.

Ter Consciência Negra não é dar parabéns a todos os negros com quem você convive no dia 20 de novembro. É ir além, é repensar na forma como você os trata. Também é questionar a quantidade de negros em posições de poder na empresa em que você trabalha. Além disso, é pagar um salário digno a mulher negra que presta um serviço para você e dar condições de trabalho a ela. É não ter preconceito e, ao mesmo tempo querer um negro perto de você porque você sabe que ele é um ser humano assim como você é. Consciência Negra para mim é olhar o todo e desejar que todos tenham todas as possibilidades. É desejar que todos sejam vistos com a beleza e o valor que possuem.

Talvez você se pergunte o que pode ser feito para agir com consciência negra e a única palavra que me vem à mente agora é UBUNTU.

Essa palavra tem origem africana e remete a uma forma de vida. A filosofia UBUNTU traz a consciência que de a nossa existência está relacionada com a existência do outro. Desta forma faz-se essencial viver com respeito, solidariedade e empatia.Viver UBUNTU é entender que não estamos sozinhos nesse mundo e que o outro também tem necessidades, desejos, sentimentos e lutas, assim como cada um de nós.

Dia da Consciência Negra

https://ajsartjournal.wordpress.com/tag/ubuntu/

Com isso, se o outro é atravessado pelas mesmas dores, passa a fazer sentido cooperar com ele. Ao invés de ter uma pessoa satisfeita e outra com fome, podemos dividir o pão e ambos terão menos fome ao final do dia.

Para existir humanidade todos os humanos precisam evoluir e isso só acontece agindo juntos! Se a felicidade dos que estão ao nosso redor nos faz feliz então a busca da nossa felicidade deveria incluir outras pessoas, não ser um caminho solitário, mas coletivo. Dia da Consciência Negra

Mesmo não sendo uma filosofia recente, é possível observar sinais da filosofia UBUNTU em algumas religiões de origem africana. Nas rodas de capoeira ou samba e associações de moradores nas periferias, por exemplo. Se você ainda não observa o UBUNTU em seu cotidiano entenda que esse modo de vida possibilita o desenvolvimento de um olhar atento ao todo, contribuição com a comunidade e alcance de suas vitórias ao mesmo tempo que seu entorno também é vitorioso.

Depois de dizer tudo isso a você, meu convite é que você faça um pouco do que fiz, se informe, busque entender a história preta, sendo preto ou não. Afinal, ser preto não garante todo o conhecimento da história.

Conhecendo a história cheia de injustiças e lutas certamente você verá valor nos negros.

Imagino que mais cedo ou mais tarde você irá percebê-los como pessoas que merecem acesso a tudo que você também tem, sem tirar nada de você. Certamente, olhar para o todo com carinho vai te levar a respeitar, ser generoso, cooperar, desejar o sucesso do outro assim como deseja o seu. Talvez após todo esse processo você perceba que está vivendo UBUNTU. Além disso conseguirá ver como foi mais fácil e mais prazeroso crescer junto com os outros, sem que ninguém carregue um fardo pesado demais.

Dia da Consciência Negra

https://ajsartjournal.wordpress.com/tag/ubuntu/

 

A meu ver, a grande mensagem que o 20 de novembro – Dia da Consciência Negra – carrega é a busca centenária de um povo que tem muito a contribuir, mas não é visto pela sociedade. Neste dia, troque seus parabéns aos negros por visibilidade e luta. Pegue na mão do seu colega preto e busque com ele todos os direitos humanos que lhe foram tirados. Que juntos vocês possam viver a UBUNTU e tornar esse mundo um lugar melhor para viver.