Índia – Viagem em Grupo de 2020

. .

Quer saber como é uma experiência cultural na Índia? Então olha só!

Em janeiro de 2020 levamos o segundo grupo de voluntários para nosso projeto parceiro na Índia. Fomos com a intenção de criarmos, junto com eles, ideias para arrecadação de verbas e melhorias nas mídias do projeto.

Passamos duas semanas na Índia então, além do voluntariado, aproveitamos para conhecer locais históricos, religiosos e turísticos – entre outras atividades!

Sendo assim, começamos em Dheli, onde aproveitamos para descansar do voo de vinda e para se acostumar com a cultura local. Lá, visitamos um dos maiores templos Sikh (religião que ao contrário do Hinduismo, acredita em um único Deus) conhecido como Sri Bangla Sahib Gurudwara e aprendemos, com a mão na massa, sobre o costume deles de fornecer alimento gratuitamente para a população em suas cozinhas comunitárias, chamadas de langar (todo templo Sikh tem uma).

Qualquer pessoa pode voluntariar e ajudar a preparar os alimentos nas langars.

Terminado o tour no templo Sikh, era hora de ir até o templo Hindu dedicado a Vishnu. Ele é um dos milhares de deuses que constituem o panteão da religião. Conhecido como Laxmi Narayan Temple, foi inaugurado por Mahatma Gandhi! Tem grande significância por permitir, ainda no século passado, que pessoas de qualquer casta pudessem entrar e rezar no templo.

Depois de visitar mais alguns locais, era hora de partir para Agra! Lá está localizado o mausoléu mais famoso da Índia e do mundo. Você sabe qual é?

 

Rumo a Agra

No dia seguinte, em Agra, partimos ainda de madrugada para conhecer o Taj Mahal, uma das maravilhas do mundo moderno. Ele é cercado por histórias de tragédia e amor de uma dinastia e até hoje deslumbra visitantes com sua beleza. Quer saber mais sobre sua história? Clique aqui e venha participar da nossa próxima viagem à Índia!

 

Mãos a obra: Jaipur

Terminada a visita ao Taj Mahal, partimos para Jaipur – completando o roteiro conhecido como Golden Triangle. Lá demos início às atividades com o projeto, um orfanato para crianças com HIV. O dia era dividido em manhãs, onde fazíamos os trabalhos administrativos e manuais voltados para marketing digital, design de peças de artesanato e organização das filmagens para um vídeo que seria usado pelo projeto para a divulgação da causa e tardes onde ajudávamos as crianças com temas da escola e recreação.

Esse orfanato na Índia atende cerca de 60 crianças e fornece, por meio de patrocinadores e doações, educação, alimentação, medicamentos e um ambiente que visa estimular as capacidades de cada um dos jovens tendo também histórias de superação onde depois de atingir a maior idade, alguns ingressaram na universidade graças ao apoio que receberam do projeto durante a infância.

Em paralelo ao funcionamento do orfanato, no piso superior há um pequeno ateliê onde são confeccionadas peças de artesanato. Elas são vendidas e a renda convertida para custear as despesas da casa. Lá os voluntários inclusive participam da confecção – podendo trazer pra casa alguns dos itens!

 

Atividades Culturais

A troca de experiências e imersão cultural eram fortalecidas com atividades após o projeto também. Teve pintura de henna e visita a um vilarejo rural onde fomos convidados para jantar à moda indiana – com comida local e muita música e dança! Entre uma semana de voluntariado e outra, também visitamos Pushkar. Ao menos uma vez na vida, os hindus precisam fazer uma peregrinação até a cidade. Cercada por um lago natural, onde são feitos diversos rituais, possui status de cidade sagrada.

Mas os momentos não eram só de alegria e sorrisos, também foi preciso conhecer as dificuldades enfrentadas pelo projeto. Visitamos um hospital onde pacientes soropositivos recebem o tratamento do governo e a sede de um programa da Positive Women Network of Rajhastan de visitação familiar que tenta conscientizar indivíduos afetados sobre os tratamentos disponíveis e práticas de prevenção.

 

Vamos juntos?

O que ficou da viagem foram momentos de intensidade, reflexão, felicidade e emoções (especialmente na despedida do projeto). Permitir-se refletir sobre coisas que damos como garantidas e sair da zona de conforto são os desafios dessa viagem e a troca de experiências e conhecimentos com o projeto estimulam todo esse processo.

Faça parte também, junte-se a nós e venha conosco para a próxima viagem em grupo para a Índia. A programação começa em janeiro de 2021!

Veja aqui o roteiro, valores, datas e mais informações.