Qual país mais combina comigo?

. .

A lista de opções é enorme e as oportunidades são igualmente incríveis. Mas a pergunta é inevitável: como saber qual é o país que mais combina comigo? A gente ajuda! Confira nossas dicas e descubra um pouco mais sobre cada país

A lista de opções é enorme e as oportunidades são igualmente incríveis. É verdade que escolher um destino para fazer intercâmbio não é fácil. Aliás, a gente acredita que essa seja uma das partes mais difíceis do processo, já que todos os países prometem oferecer experiências inesquecíveis.

Mas é verdade também que, assim como os países, cada pessoa nesse mundo afora é diferente das outras. E na hora de fazer essa escolha, o primeiro passo é sempre entender um pouco mais do seu perfil. Ou seja, saber um pouco mais sobre você e entender que tipo de experiência você está procurando.

Para chegar ao destino ideal, primeiro você precisa saber o que está buscando, além de contribuir para melhorar o país. Pode ser aprender melhor um idioma, estudar, conhecer uma cultura, viver, se aventurar, ou apenas viajar. Definir um objetivo para a sua viagem vai ajudar – e muito – a diminuir a lista de possíveis destinos.

Além disso, também é importante conhecer cada país e o que ele e os projetos desenvolvidos por lá têm a oferecer. Só assim você vai conseguir encontrar o destino que mais combina com você.

E, como a gente adora ajudar, nós preparamos uma lista com nossos destinos contando um pouco mais sobre cada país e o que nossos voluntários podem esperar em cada continente.Assim fica mais fácil descobrir qual destino combina mais com você. Preparados?

África do Sul

Conhecida por ser a queridinha dos voluntários, a África do Sul é um destino ideal para quem não está acostumado a viajar e não quer viver um choque cultural tão grande. Isso porque, apesar de ter áreas de extrema pobreza, é um dos países africanos com melhor infraestrutura.

Uma das vantagens do país é que os voluntários ficam hospedados nas casas de outros voluntários, o que garante a companhia de outros brasileiros e de pessoas de outros países. Ideal para quem tem medo de se aventurar sozinho.

Outro motivo do país ser um dos prediletos é a possibilidade de aprimorar o inglês. A língua inglesa é uma das línguas mais faladas do país – ao todo, são 11 línguas oficiais. O governo e os meios de comunicação também usam o inglês e os voluntários não terão nenhum problema em se comunicar na rua em inglês também. É possível, inclusive, aproveitar o tempo por lá e fazer um curso de inglês.

Entre os projetos por lá há desde projetos sociais em áreas rurais para ajudar crianças ou animais, até projetos mais centralizados que envolvem a atuação em hospitais ou em comunidades locais.

Gana

Também entre os preferidos, Gana é ideal para quem busca uma grande inserção cultural. O país está na lista de 50 países com piores Índices de Desenvolvimento Humano, conforme relatório da ONU de 2015. No entanto, a receptividade e tranquilidade do povo ganês servem como atrativos para os voluntários que buscam reverter essa situação.

Nossos projetos atuam nas mais diferentes frentes, como educação, proteção à infância, saúde e proteção aos animais. Além disso, assim como na África do Sul, em Gana nossos voluntários também ficam hospedados em casas de outros voluntários. É a acomodação perfeita para quem quer ter privacidade e ao mesmo tempo contato com uma família local diariamente.

Quênia

O Quênia é ideal para viajantes experientes e que estão em busca de um choque cultural grande. O país, um dos mais pobres com que a Exchange trabalha, pode ser um pouco confuso para inexperientes. Por isso, não é a melhor escolha para marinheiros de primeira viagem.

Sendo assim, é o destino perfeito para pessoas proativas e independentes, já que os projetos em que atuamos são mais desorganizados e as atividades variam de acordo com a proatividade do voluntário. Por falar neles, os projetos lá são focados em três áreas: educação, proteção à infância e saúde. Dependendo da sua escolha, é possível trabalhar perto de belas montanhas e lagos ou então perto da praia.

As condições do Quênia são básicas e você conviverá um pouco menos com outros voluntários, porém terá mais contato com os nativos. As acomodações são sempre em casas de família inspecionadas pela nossa equipe e acostumadas a receber voluntários. É uma excelente oportunidade para conhecer mais a realidade do país e sair da nossa zona de conforto.

Nepal

Saindo do continente africano e indo direto pra Ásia, temos o Nepal, velho conhecido dos aventureiros e nosso também, já que foi nesse país que a Exchange do Bem deu seus primeiros passos. Quem se dispor a ir para lá deve saber que a infraestrutura do país é básica e frequentemente há quedas de energia. Assim como em outros países do continente, o trabalho voluntário na Ásia é recomendado para pessoas proativas, acostumadas a viajar e dispostas a sair da zona de conforto.

Os voluntários são alocados em casas de família acostumadas a receber voluntários e tem como refeição diária o dal bhat – prato típico nepalês. A ONG parceira que trabalhamos no país atua com foco na educação, proteção à infância e saúde da população do Nepal. Também é possível trabalhar com empoderamento feminino. Profissionais e estudantes da área da saúde ainda têm a oportunidade de realizar um trabalho voluntário em um hospital em Pokhara, uma das cidades mais bonitas do país.

Quanto ao idioma, apesar do Nepal falar nepalês, é necessário saber apenas inglês a partir do intermediário para conseguir se virar bem nos projetos. A diversidade de etnias dentro do mesmo país e a hospitalidade dos locais encanta qualquer viajante. É praticamente impossível não deixar parte do seu coração no Nepal.

Índia

Só por ser um dos países mais populosos do mundo, a Índia já é um desafio. Por lá, a Exchange conta com projetos de proteção à infância para atender uma comunidade carente no país e também de empoderamento feminino. Já que, além de super populoso, a Índia também é conhecida por ser bastante hostil com as mulheres.

Inglês é importante nos projetos da Índia e é fundamental que o voluntário tenha nível avançado para projetos de empoderamento feminino e intermediário nos demais projetos.

Para garantir a segurança dos nossos voluntários, temos uma empresa parceira no país. Ela auxilia na recepção e no transporte diário dos voluntário, além de oferecer as refeições e acomodações. A acomodação é na casa dos voluntários, então a companhia está garantida. Aos finais de semana, essa mesma empresa oferece pacotes de passeios turísticos com segurança.

Tailândia

Com suas praias paradisíacas, a Tailândia é o destino ideal para quem gosta de contato com a natureza. Todos os nossos projetos são localizados no norte do país, na cidade de Chiang Mai. Lá, atuamos com projetos de educação de crianças e proteção à infância. Os mais idosos também não foram esquecidos. Aliás, o país é um dos poucos lugares onde você pode fazer trabalho voluntário na ásia ajudando os senhores e senhoras.

A população do país é majoritariamente budista, então é uma excelente oportunidade para conhecer e aprender mais sobre a religião. Porém, quem aprende também deve ensinar. Por isso, temos um projeto para ajudar na educação de monges budistas. Os voluntários podem ensinar tanto inglês, como oferecer uma oficina de algo que tenham conhecimento.

Assim como na Índia, os voluntários também ficam na casa de outros voluntários. Também frequentemente há viajantes de vários países do mundo, o que é ótimo para interação global. Além disso, contamos com o suporte da mesma empresa que nos auxilia na Índia.

Sri Lanka

O Sri Lanka é ótimo para amantes de história, espiritualidade e natureza. Por lá, budismo e hinduísmo se mesclam amigavelmente e dão o tom para o clima espiritual do país. Assim como na Índia, também é possível trabalhar em projetos com monges budistas e sair de lá conhecendo tudo sobre a religião.

Por ser um local pouco explorado por viajantes, o sul da ilha reserva belíssimas praias com águas quentes e cristalinas. Tudo isso compõem o clima de tranquilidade no país que aguarda voluntários para ajudar no seu desenvolvimento. A preservação desses ambientes é uma das nossas preocupações e quem ama animais pode ajudar a salvar as tartarugas em um projeto encantador de conservação. Projetos de proteção à infância, educação e empoderamento feminino também podem ser encontrados no país.

Vietnã

O Vietnã também é um destino para viajantes experientes e que estejam em busca de uma experiência diferente. Um dos poucos países socialistas do mundo, ele ainda lida com as consequências da Guerra do Vietnã, mas felizmente, hoje já é um dos países emergentes que mais cresce globalmente.

A luta atual é para diminuir os problemas de desigualdade social e de infraestrutura precária. É por isso, que nossos projetos ajudam crianças com algum tipo de deficiência física ou visual, assim como crianças órfãs e idosos.

Peru

Considerado um dos países mais lindos e hospitaleiros da América do Sul, o Peru é um excelente destino para fazer trabalho voluntário na América Latina. Nesse belo país rodeado por montanhas, os voluntários poderão ajudar crianças a se desenvolverem enquanto aprimoram suas habilidades no espanhol.

Um dos motivos de o Peru ser o destino preferidos dos nossos voluntários é a cultura latina que é muito parecida com a brasileira. Por isso, é o destino ideal para viajantes de primeira viagem. Outro motivo para escolher o Peru é que os preços são bem atrativos.

Os projetos em que atuamos são excelentes e tem um grande impacto social. O primeiro é uma casa lar onde meninas que sofreram algum tipo de abuso ficam após terem sido afastadas das famílias. A outra oportunidade de trabalho no Peru é uma escola sediada em um vilarejo de apenas 200 habitantes que atende toda região de Cotahuasi.

A hospedagem no Peru é em um pequeno hostel, na cidade de Arequipa, que fica localizado a menos de 5 minutos do centro histórico de cidade, uma região bem turística e com várias facilidades.

Costa Rica

Apesar de ser um pequeno país, com menos de 5 milhões de pessoas, a Costa Rica detém 5% de toda biodiversidade no mundo. Ou seja, é um destino excelente para os amantes do ecoturismo. Não é à toa que nossos programas de trabalho voluntário na Costa Rica têm como foco a preservação da biodiversidade. Nas horas vagas os voluntários ainda podem curtir as lindas praias do país.

Um dos principais projetos em que atuamos é uma fazenda orgânica. Como produtos químicos e fertilizantes são usados amplamente na Costa Rica e não há ainda feiras específicas para produtos orgânicos, ao enviarmos voluntários para a fazenda, estamos ajudando e incentivando os produtores que produzem alimentos mais saudáveis para a população.

Por esse motivo, essa é a oportunidade excelente para quem deseja realizar um trabalho voluntário em uma fazenda orgânica e vivenciar o dia-a-dia de uma fazenda costarriquenha. O projeto é localizado a 1 hora de Puerto Jimenez (cidade onde os voluntários são recebidos) e o trajeto da estrada principal até o local da fazenda é feito à cavalo. No mínimo, interessante.

Brasil

Que tal explorar um pouco mais o próprio país? Com mais de 200 milhões de habitantes e o maior país em extensão territorial do hemisfério sul, o Brasil é riquíssimo em cultura e, claro, belezas naturais. Nem é preciso dizer que cada estado é único, resultando em uma grande diversidade.
As opções de projetos no país envolvem desde o trabalho em comunidades indígenas a expedições em vilarejos amazônicos e nos lençóis maranhenses. Também é possível ajudar em programas de promoção de saúde e educação para crianças e adolescentes.
A principal vantagem de escolher o Brasil é o idioma, claro, o que faz dele o destino ideal para quem não tem conhecimento em língua estrangeira. Outro motivo para viajar dentro do próprio país é o de vivenciar uma nova cultura, mas sem aquele impacto de estar em um lugar completamente diferente do que está habituado.

Encontre seu destino

E aí, já sabe qual destino mais combina com você? A Exchange do Bem é uma agência de intercâmbio social que conecta voluntários com diversos projetos ao redor do mundo. São mais de 50 opções na África, Ásia e América Latina para você realizar seu trabalho voluntário no exterior. Além disso, destina 10% do seu lucro para ações sociais no Brasil.