Entrevista com voluntária – Casa Hogar – Peru

. .

Quer saber mais sobre como participar de um voluntariado no Peru com crianças?

Cada voluntário que participa de nosso intercâmbio social, tem uma experiência única, mesmo participando de projetos que outros voluntários também participam. Por isso, resolvemos contar a experiência de alguns de nossos voluntários, através de um bate papo informal.

Assim, nesse texto, apresentaremos a entrevista da Rafaela Anzolin, ela tem 21 anos, mora em São Paulo e é Estudante de Nutrição na UNICAMP. “ Estou sempre buscando vivenciar experiências marcantes que agregam em todos os âmbitos. Impactando outras vidas. Mudando a forma que em enxergo o mundo.” A Rafa Anzolin, viajou com a gente em janeiro de 2020, e voluntariou por 4 semanas na Casa Hogar – Peru.

Entrevista com a voluntária da Casa Hogar – Peru

1.      Você se sentiu segura antes do início de seu programa? E durante?

A Exchange do bem meu deu total suporte antes e durante o programa. Claro que, por ter sido minha primeira viagem internacional sozinha, bate aquele friozinho na barriga né? Mas fui 100% segura em relação à estrutura local.

2.      O que mais te impressionou quando você chegou ao projeto de voluntariado no Peru com crianças?

O que mais me impressionou foi o sentimento que as meninas criam com você! É surreal. Certamente você se sente acolhida desde o primeiro segundo que entra na Casa. A relação com as meninas é surreal. Elas têm um carinho muito especial com as voluntárias, e claro, o sentimento é recíproco.

voluntariado com crianças no peru rafa anzolin
  1. 3.      Como nosso material pré-embarque lhe ajudou no dia a dia do projeto?

A breve explicação do projeto com as características locais como a cultura e costumes locais nos prepara um pouco de como será nossa experiência. Ajuda no sentido de respeitarmos as diferenças locais e, principalmente, regras para serem seguidas na Casa Hogar com as meninas e ter uma convivência excelente.

4.      Como foi o seu primeiro dia de atividades?

Meu primeiro dia de atividades foi diferente! Conheci as meninas na praia! Foi demais! Eventualmente, pude ir me aproximando, pouco a pouco, de cada uma e de jeitos diferentes. Certamente a experiência de ver a felicidade delas em um ambiente diferente, foi muito prazerosa.

  1. 5.      Como eram as refeições durante o seu intercâmbio? O que você comia?

Pensei que fosse sofrer em relação à alimentação… Mas muito pelo contrário! Você pode optar por comprar sua comida no mercado e fazer no hostel ou comer nos restaurantes! Nada muito exótico, a não ser que você queira novas experiências…. Comia macarrão, carne, salada, hambúrguer… bem parecido com aqui!

6.      Quantos dias na semana você trabalhou?

Trabalhava de segunda à sexta! Em média, 3 horas por dia.

7.      Quais eram as suas principais atividade e responsabilidades nesse voluntariado no Peru com crianças?

Nós tínhamos o intuito de vê-las feliz. Então, dentro do possível, tudo o que elas queriam fazer, nós estávamos dispostas. Seja cozinhar, brincar, ler, acompanhá-las a atividades extras! Claro que sempre atentando com conteúdo que mostraríamos etc.

voluntariado com crianças no peru rafa anzolin

8.      O que você fazia no seu tempo livre?

Fui a vários passeios! Todo final de semana estávamos conhecendo lugares e paisagens novas. Arequipa tem várias opções de passeios super bacanas e que vale a pena ir!

9.      Qual foi o ponto alto de seu intercâmbio social no Peru com crianças?

O ponto alto do intercâmbio foi nossa ida ao cinema com as meninas! Conseguimos arrecadar dinheiro, através de doações de amigos e conhecidos, e compramos as entradas dos cinemas, com direito a pipoca e tudo! Foi incrível mesmo!

voluntariado com crianças no peru rafa anzolin

10.  Por fim, deixe uma mensagem para os próximos voluntários que quiserem participar desse projeto de voluntariado no Peru, com crianças.

Se eu fosse dar um conselho, VÁ! Tudo é incrível! O projeto, as meninas, a cidade, os passeios… Por certo, a experiência total que se adquire é inesquecível, em todos os âmbitos! Fora que fazer o bem e ajudar quem precisa é muito prazeroso, não é mesmo?

O projeto – Casa Hogar – Peru

Localização: Arequipa, Peru

Se você quer fazer trabalho voluntário com crianças, no Peru, esse é um projeto que temos muito carinho! Certamente, a missão do programa é levar amor e carinho para as crianças que vivem nessa Casa Lar.

A Casa Hogar Torre Fuerte que foi fundada em 2004, e é o lar de meninas que foram vítimas de abusos ou negligência pelas suas famílias. Normalmente, aproximadamente 30 meninas vivem na Casa, porém o número de crianças pode variar bastante, pois sempre há novas crianças chegando e outras retornando aos seus familiares. Os fundadores são um pastor de uma igreja cristã e sua esposa, então é uma casa extremamente conservadora. Não é necessário que os voluntários sejam cristãos, mas é necessário respeito

Assim, devido à história dessas meninas, o projeto aceita apenas voluntárias mulheres e homens somente são permitidos, quando acompanhados de uma companheira mulher.

Todas as meninas são carentes de carinho e afeto, então para participar desse projeto é preciso gostar muito de crianças para conseguir levar leveza e diversão para o dia delas.

As autoridades peruanas são responsáveis por enviar as meninas para a casa, porém as verbas públicas não são suficientes para manter o lar. Por isso, a Casa Hogar necessita de doações e ajuda de voluntários para manterem suas atividades.

Para conhecer mais sobre o projeto sobre voluntariado com crianças no Peru, basta visitar a nossa página do Projeto Casa Hogar. 

voluntária da casa hogar