10 características que os voluntários devem ter!

. .

Interessado, comprometido e cheio de vontade de viver novas experiências. Essas são apenas algumas das características do voluntário deve ter. Se você está pensando em embarcar na aventura do voluntariado, confira nossas dicas:

Ser voluntário é muito mais do que querer ajudar. Um bom voluntário é quem coloca as mãos na massa e não mede esforços para fazer o que se propôs. E, embora não seja uma regra, nem uma exigência para esse tipo de trabalho, a maior parte dos voluntários reúne características em comum que fazem deles alguém com quem se pode contar para qualquer situação.

Se você está interessado em se tornar um voluntário e quer saber se possui esses atributos, dá uma olhada na lista que preparamos com o perfil que voluntários devem ter:

1. Trabalho em equipe

Dificilmente o trabalho em projetos sociais será feito por uma única pessoa. A coletividade é uma característica desse tipo de trabalho e para atuar em um deles é fundamental saber trabalhar em equipe. Para isso, é necessário ter disciplina e humildade para entender que cada pessoa é diferente e que a união de todas é que faz a diferença.

intercâmbio voluntário no exterior

2. Iniciativa

Fazer o que mandam é importante, mas ter iniciativa e perceber o que está além das suas tarefas é uma característica que faz toda a diferença num voluntariado. Ser proativo garante um resultado melhor em qualquer atividade. Por isso, esteja sempre atento e não espere alguém mandar para tomar uma atitude que vai ajudar no trabalho de todo mundo.

3. Comunicação

Diálogo é o primeiro passo para garantir que tudo ocorra bem. Esclareça dúvidas, como horário de trabalho, funções em que vai atuar, quem serão as pessoas que vão trabalhar com você. Lembre-se de conversar sempre que achar necessário para entender a necessidade do projeto. Isso evita muitos problemas e facilita a vida de todo mundo.

4. Motivação

Se você resolve fazer um trabalho voluntário é porque está motivado a ajudar outras pessoas. Por isso, leve essa motivação sempre com você. Voluntários são persistentes e não desistem no primeiro obstáculo. Nem sempre o trabalho vai ser fácil, por isso é preciso estar disposto a encarar o que vem pela frente.

5. Empatia

Mais do que oferecer ajuda, é preciso saber se colocar no lugar do outro. Ser voluntário não é ser superior a ninguém, muito pelo contrário. É preciso reconhecer a humanidade em todos que cruzarem com você.

intercâmbio voluntário no exterior

6. Comprometimento

Fazer o que é solicitado, chegar no horário, levar a sério o trabalho. Bons voluntários são comprometidos. Pode ser que você esteja em período de férias, mas você se comprometeu a trabalhar naquele projeto e as pessoas contam com isso. Por isso, cumpra sua promessa da melhor forma possível.

7. Disponibilidade

Além de comprometido, um voluntário também deve ser disponível. Seja para fazer o que foi solicitado ou para ir além das tarefas diárias. Nesse sentido, é importante estar 100% lá para o que for preciso se você quiser realmente fazer alguma diferença.

8. Respeito

Respeitar as pessoas, os locais, as crenças, o que for. Um bom voluntário sabe que cada lugar possui uma cultura diferente da sua e todos precisam ser tratados com o maior respeito possível. Igualmente, é preciso respeitar as regras estabelecidas pelas pessoas que vão lhe receber para garantir uma boa convivência com todos.

conheça nossos projetos de intercâmbio voluntário

9. Estar aberto a toda as experiências

Ser um voluntário é viver uma experiência única e inesquecível. Por isso, durante o tempo que estiver atuando, esteja aberto a viver tudo que essa experiência lhe proporcionar. Aproveite para conhecer idiomas, lugares, culturas, religiões, pessoas. Mostre às pessoas que você está realmente interessado em viver aquilo tudo e permita que eles sejam seus guias nessa descoberta maravilhosa.

Vale lembrar que ninguém nasce com todas essas características, mas elas podem ser desenvolvidas com tempo e com algum esforço. Com boa vontade, qualquer pessoa pode se tornar um bom voluntário.

10. Resiliência

Ser resiliente é ter a capacidade de se adaptar a novos lugares e novas culturas. O conhecimento adquirido nunca é uma via de mão única: ao mesmo tempo que você aprende com novas pessoas, também deixa um pouco do seu conhecimento com elas.

Encontre seu destino

A Exchange do Bem é uma empresa social que conecta voluntários com diversos projetos ao redor do mundo. São mais de 70 opções na África, Ásia e América Latina para você realizar seu intercâmbio voluntário.

como voluntariar no exterior