O que é o Global Peace Index?

. .

Quer saber o que é o Global Peace Index e para que foi criado o ranking? Nós podemos te ajudar. 

O Global Peace Index (GPI) é um ranking com 163 países que os analisa com base nos esforços de cada um para garantir a paz.  

O GPI é produzido pela Institute for Economics and Peace (IEP), uma organização de pesquisa sem fins lucrativos sediada em Sydney, Austrália. Além disso, a organização possui filiais na cidade de Nova York e também em Oxford. 

Quer saber um pouco mais sobre o Global Peace Index e sobre a sua importância? Então é só ler até o final do conteúdo que preparamos especialmente para você! 

O que é o Global Peace Index? 

Primeiramente, o Global Peace Index, que pode ser traduzido para o português como Índice Global da Paz, é um ranking que mede os esforços dos países para manter a paz. São 163 países participando da pesquisa, do qual a Islândia é o primeiro colocado, sendo considerado o país com maiores esforços para manter a paz. 

Nesse ranking, o último colocado é o Iraque na posição 161, já que nessa pesquisa, dois países ficaram fora do ranking. O GPI está na sua 15º edição e a pesquisa é feita anualmente com base em três itens: 

1. Grau de militarização; 
2. Conflitos domésticos e internacionais; 
3. Nível de proteção e segurança da sociedade em geral. 

A pesquisa para o Global Peace Index cobre 99,7% de toda a população mundial e é feito com base em 23 indicadores, que são: 

      • Despesas militares;
        Número de militares das forças armadas por 100.000 pessoas;
        Volume de importação de armas;
        Volume de exportação de armas;
        Contribuição financeira para missões de paz da ONU;
        Volume de armas nucleares;
        Facilidade de acesso a armas;
        Número e duração dos conflitos internos;
        Número de mortes por conflitos internos;
        Número e duração de conflitos externos;
        Número de mortes por conflitos externos;
        Intensidade dos conflitos internos;
        Nível de criminalidade;
        Número de refugiados;
        Instabilidade política;
        Escala de terror político (práticas autoritárias);
        Impacto do terrorismo;
        Número de homicídios por 100.000 pessoas;
        Nível de crimes violentos;
        Probabilidade de manifestações violentas;
        Número da população presa por 100.000 pessoas;
        Número de oficiais de segurança e policiais por 100.000 pessoas.

Cada um dos indicadores recebe uma pontuação com números de 1 a 5, o que interfere diretamente no resultado do ranking do GPI. Portanto, quanto menor o número, maior o nível de esforços para garantir a paz, tanto internamente quanto externamente. 

Países que lideram o ranking do Global Peace Index 

Entre os países que lideram o ranking do Global Peace Index, temos: 

1. Islândia no primeiro lugar; 
2. Dinamarca em segundo lugar; 
3. Nova Zelândia em terceiro lugar; 
4. Noruega em quarto lugar; 
5. Áustria em quinto lugar; 
6. Eslovênia em sexto lugar; 
7. Japão em sétimo lugar; 
8. Catar em oitavo lugar; 
9. Finlândia em nono lugar; 
10. Austrália em décimo. 

Nesse ranking, os Estados Unidos ocupam a posição 117 e o Iraque ocupa a última posição, sendo o número 161. 

Conheça os projetos da Exchange do Bem 

A Exchange do Bem atua com projetos em 15 países diferentes, que ocupam variadas posições no GPI. Entretanto, ao contrário do que se imagina, vários desses países possuem grandes esforços para garantir a paz, tanto internamente quanto externamente. 

Além disso, a Exchange do Bem possui todo um sistema de inspeção em cada um dos projetos, tanto no Brasil como no exterior. 

Por isso, para garantir a segurança dos voluntários, a equipe da Exchange do Bem inspeciona cada um dos projetos antes de fazer o envio de voluntários. Caso você ainda esteja com dúvidas sobre a segurança dos projetos, você pode conferir o artigo que preparamos para você clicando aqui. 

projetos-para-voluntariar-no-exterior

Brasil 

O Brasil ocupa a posição 99 no GPI de 2021, o que permite um maior entendimento do ranking em si. São vários os projetos da Exchange do Bem aqui no Brasil, principalmente ligados à conservação ambiental e ao turismo consciente. 

Além disso, os projetos também possuem grande importância para a população, com trabalho voluntário com crianças e adolescentes. 

África do Sul 

A África do Sul ocupa a posição número 128 no GPI. Grande parte dos projetos em parceria com a Exchange do Bem são ligados ao apoio de crianças e adolescentes, principalmente ligados à educação. 

Portanto, por meio da ajuda dos voluntários, as crianças podem frequentar aulas e ainda participar de brincadeiras e aulas artísticas. 

Cabo Verde 

Cabo Verde é um arquipélago no Oceano Atlântico, bem próximo da costa africana. O país não faz parte do GPI, mas é um país de grande beleza natural. 

Os dois projetos em parceria com a Exchange do Bem são ligados à conservação de espécies como aves e animais marinhos. 

Colômbia 

A Colômbia ocupa o 150º lugar no GPI. Todos os projetos em parceria com a Exchange do Bem são ligados diretamente a garantir uma melhor educação a crianças e adolescentes. 

Além disso, alguns projetos possuem foco em garantir o acesso à cultura, estimulando a criatividade e a descoberta do valor individual. 

Costa Rica 

A Costa Rica ocupa o 28º lugar no GPI, o que faz com que o país seja um destaque entre os países da América Central. Dessa forma, entre os projetos em parceria com a Exchange do Bem o grande destaque são os projetos para a preservação das tartarugas marinhas. 

Além disso, há um projeto que ensina os voluntários todo o processo para a instalação de placas para energia solar. 

Gana 

Gana ocupa o 42º lugar no GPI, e os principais projetos em parceria com a Exchange do Bem são ligados a garantir uma melhor educação para crianças e adolescentes.  

Além disso, alguns dos projetos são ligados a garantir um melhor acesso à saúde e garantir água potável e saneamento básico para a população. 

Índia 

A Índia ocupa o 144º lugar no GPI. Os projetos realizados no país tem foco em garantir um maior acesso à educação e proteger as crianças e adolescentes.  

Além disso, os projetos realizados garantem que as mulheres indianas tenham acesso à uma qualificação profissional. 

Moçambique 

Moçambique ocupa a 55º posição no GPI, sendo um destaque em esforços para a paz no continente africano. 

Sendo assim, atualmente há um único projeto em parceria com a Exchange do Bem no país, que tem foco em garantir uma educação de qualidade para crianças e adolescentes. 

Agora você já sabe um pouco mais sobre o Global Peace Index e também sobre alguns países que fazem parte do ranking. Portando, com esse ranking em mente, fica muito mais fácil de se sentir confiante e seguro para começar a fazer um trabalho voluntário!

Tudo que você precisa fazer agora é escolher um dos projetos e começar a planejar o seu trabalho voluntário em algum deles. 

quiz