Tipos de Tomada em Cada País!

. .

Pode não ser sua primeira preocupação quando pensa em fazer intercâmbio, mas saber qual o tipo de tomada mais usada no seu destino é fundamental se você não quer passar por apertos durante a viagem. Confira nossa lista e comece a se organizar:

Essa dificilmente vai ser sua primeira preocupação na hora de viajar, mas sim, as tomadas são muito importantes. E, como é de se imaginar, variam de país para país. Acredite se quiser, mas existem mais ou menos 12 tipos de tomadas. O que varia é o número e posição dos pinos e encaixe da entrada de energia.

E se você não quer correr o risco de ficar desconectado durante seu intercâmbio ou ter problemas com o secador de cabelo, é bom ficar atento a essa questão. Para ajudar você a se organizar, nós preparamos uma lista com alguns dos principais modelos e onde eles são usados. Dá só uma olhada:

Tomada Tipo A

Esse modelo possui dois furos chatos paralelos. Não é compatível com nenhuma outra tomada e se você for usar um aparelho brasileiro nela vai precisar de adaptador. É usada principalmente nos Estados Unidos, mas também aparece no Brasil, na Costa Rica, no Peru, na Tailândia e no Vietnã.

Tomada Tipo B

Possui dois furos chatos paralelos com um terceiro orifício redondo ao centro e abaixo. É compatível com o tipo A, e assim como a primeira também exige dos brasileiros um adaptador. É bastante usada nos Estados Unidos, Costa Rica e na Tailândia.

Tomada Tipo C

Tem dois furos redondos paralelos e não é compatível com nenhuma outra tomada. Aparelhos brasileiros com a antiga configuração de dois pinos redondos paralelos (também tipo C) não precisam de adaptador, mas os novos – com três pinos redondos, sendo dois paralelos e o do meio ligeiramente abaixo (tipo N) – precisam. É encontrada principalmente em países da Europa, América do Sul e Ásia. Entre eles a África do Sul, Brasil, Nepal, Peru, Tailândia e Vietnã.

Tomada Tipo D

Possui três furos redondos, sendo dois menores paralelos na base e um maior no meio e acima e é compatível com o Tipo C. Assim como a anterior, aparelhos brasileiros com a antiga configuração de dois pinos redondos paralelos (tipo C) não precisam de adaptador, mas os novos precisam. É usada principalmente na Índia, mas também em Gana, no Nepal, no Sri Lanka e no Vietnã.

Tomada Tipo G

É formada por dois furos chatos lado a lado e um furo chato perpendicular localizado no meio e acima. Não é compatível com nenhuma outra e exige adaptador dos brasileiros. É encontrada principalmente no Reino Unido, na Irlanda, em Malta, na Malásia e em Cingapura. Também é usada em Gana, no Quênia, e no Sri Lanka.

Tomada Tipo M

Tem três furos redondos, sendo dois menores paralelos na base e um maior no meio e acima. Não é compatível com outras e exige adaptador. É muito comum na África do Sul, Índia e Nepal.

Tomada Tipo N

Possui três furos redondos, sendo dois paralelos na base e um no meio e ligeiramente acima. É compatível com a tomada tipo C e não exige adaptador para aparelhos brasileiros. É usada no Brasil e na África do Sul.

Tomada Tipo O

Essa tomada é formada por três furos redondos, sendo dois paralelos na base e um no meio e acima e compatível com o tipo C. Aparelhos brasileiros tipo C não precisam de adaptador, mas os novos tipo N precisam. É usada na Tailândia.

E para você não sair de casa desprevenido, aqui tem um desenho com todos os tipos de tomada, dá uma olhada:

Encontre seu destino

A Exchange do Bem é uma agência de intercâmbio social que conecta voluntários com diversos projetos ao redor do mundo. São mais de 50 opções na África, Ásia e América Latina para você realizar seu trabalho voluntário no exterior. Além disso, destina 10% do seu lucro para investimentos ligados às ações sociais no Brasil.