O que é trabalho voluntário?

. .

O que é trabalho voluntário?

 PARA MUITOS, O TEMPO É DINHEIRO. PARA O VOLUNTÁRIO, O TEMPO É UM PRESENTE.

Antes de mais nada, trabalho voluntário é doar o seu tempo, trabalho e talento. É optar por agir com responsabilidade social ao reconhecer uma necessidade e sem consideração pelo ganho monetário. 

Além disso, você sabia que o trabalho voluntário pode ser feito de maneira formal e também informal?

Ele é formal quando o trabalho voluntário ocorre sob a tutela de uma ONG, órgão do governo, ou entidade privada. E é informal quando ajudamos vizinhos, conhecidos ou amigos. Há quem defende que para ser considerado trabalho voluntário, é preciso que o beneficiado seja alguém desconhecido. Em outro extremo, há quem diz que até o próprio voluntário pode ser considerando nessa questão, como em grupos de autoajuda.

E para você, o que seria trabalho voluntário?

Em uma pesquisa¹, os respondentes disseram que trabalho voluntário é quando ocorre por livre escolha, sem remuneração, em ambiente formal e com beneficiados desconhecidos. Semelhante ao turismo voluntário, não?

Você opta por viajar para um destino, normalmente durante suas férias, não é remunerado pelo trabalho realizado (tendo inclusive gastos financeiros), se conecta com um projeto social e, via de regra não conhece as comunidades onde vai voluntariar.

dúvidas sobre trabalho voluntário

Mas por que fazemos trabalho voluntário?

Quando perguntamos aos nossos voluntários, as respostas mais frequentes são ‘querer ajudar’ e ‘fazer a diferença’. Ambas mostram uma visão de mundo inclusiva, que reconhece o ‘outro’, que vai além do ‘eu próprio’. Portanto, isso demonstra que a empatia é uma força motivadora para a realização do trabalho voluntario. A empatia pode ser definida como a habilidade de perceber as emoções (ou necessidades) nos outros.

Então, podemos dizer que o voluntário se vê em uma posição privilegiada e, ao perceber que há uma necessidade social, decide agir para suprir essa necessidade. Porém, perceber a necessidade e agir não são garantias de que o trabalho voluntário trará resultados. A empatia envolve também saber se colocar no lugar do outro. Todos nós somos seres complexos e as nossas realidades são distintas, portanto o que pode funcionar para você, pode não funcionar para alguém que você quer ajudar.

Leia também: Benefícios do trabalho voluntário

Como é um trabalho voluntário bem feito?

Como dito acima, a empatia envolve uma troca. E essa troca é o sucesso para um trabalho voluntário bem feito. Dessa forma, a empatia é uma via de duas mãos, não basta você perceber o que o outro precisa. É necessário enteder porque ele precisa, porque ele não tem algo, como ele pode conseguir aquilo, o que pode ser feito caso consiga ter, etc.

Conhecer e entender as nuâncias e complexidade de um projeto social e dos indivíduos inseridos nele vai permitir que você conheça uma nova realidade e expanda sua visão de mundo. Dessa maneira, ela se tornará mais inclusiva e assim você vai fazer um trabalho voluntário com a mente aberta a novos conceitos, problemas e, enfim, soluções. 

Por isso, a Exchange do Bem optou por investir em uma plataforma de formação de voluntários. Quem faz o voluntariado conosco ganha acesso a cursos preparatórios que irão orientar você sobre como se portar em um projeto social, alinhar suas expectativas com relação ao que irá encontrar e o que você conseguirá fazer. Sabemos que boas intenções são fundamentais para o trabalho voluntário, porém não é só o que os projetos sociais precisam.

E como posso começar um trabalho voluntário?

Existem diversas maneiras. Você pode fazer no seu bairro, na sua cidade, em outro estado ou até mesmo em outro país. No entanto, uma dica é fazer primeiro uma busca interna e depois uma busca externa.

Em primeiro lugar, a busca interna é procurar entender o que move você, o que faz você querer ajudar o próximo, quais suas paixões, com que causa você se identifica? Assim, recomendamos esse vídeo do Randy Kosimar para ajudar você nessa busca interna (disponível apenas em inglês). 

 

Em seguida, a busca externa seria a procura por organizações que compartilhem dos valores, paixões e motivações que você identificou na busca interna. Hoje em dia você pode encontrar grande parte das ONGs na internet ou mídias sociais. Para encontrar um trabalho voluntário, também vale recorrer aos conhecidos! É muito comum conhecermos alguém que já atuou em algum projeto social.

No nosso grupo do Telegram você encontra vários de nossos ex-voluntários, assim como interessados em começar essa jornada.

Telegram

 

Além disso, aqui na Exchange do Bem a gente ajuda você tanto na busca interna como na busca externa! Trabalhamos com mais de 70 projetos sociais em 15 países e os nossos cursos podem ajudar você a entender melhor as suas motivações, além de capacitar você.

Então, você quer iniciar um trabalho voluntário? Bom, agora já sabe o que é, como fazer (e fazer bem feito) e o que deve te motivar para fazer o trabalho voluntário! Ah, aqui vai uma dica. A proatividade é uma das características essenciais para o voluntário. 

Bora começar?

 

trabalho voluntário em 7 passos

 

¹CNAAN; HANDY; WADSWORTH, 1996