Para que Serve o Intercâmbio? [+ Perguntas Frequentes]

. .

Você gostaria de entender melhor sobre para que serve o intercâmbio? O senso comum é de que o intercâmbio é importante para aprender outro idioma.

Mas, se pensarmos um pouco além disso, vamos perceber que o intercâmbio, na verdade, é muito mais benéfico.

Estar em contato com outra cultura pode nos enriquecer como pessoa. 

Sem contar com as atividades que podem ser realizadas em outro país. Não se faz intercâmbio apenas para estudos, mas também para trabalho voluntário, estágios ou cursos profissionalizantes.

Neste artigo, te responderemos as dúvidas frequentes sobre para que serve o intercâmbio. Boa leitura!

Para que serve o intercâmbio?

para que serve o intercambio

O primeiro conceito de intercâmbio tinha como objetivo a troca entre dois estudantes de países diferentes.

Tal substituição fazia com que os dois indivíduos vivessem experiências com culturas diferentes, desenvolvendo assim maiores habilidades e conhecimentos interpessoais e até mesmo acadêmicos.

Contudo, o funcionamento do intercâmbio foi sendo reformulado. A principal mudança é de que agora essa atividade não tem apenas como finalidade os estudos, mas também outras possibilidades.

Nessa perspectiva, o intercâmbio passou a ser, basicamente, a viagem de um indivíduo ou grupo à outro país, com o intuito de realizar uma atividade acadêmica, econômica ou social.

Dessa forma, podemos concluir que o intercâmbio serve como uma troca, onde o intercambista é enriquecido com conhecimentos e habilidades pessoais e o país é auxiliado em diversos aspectos.

Qual a importância de se fazer um intercâmbio?

Fazer um intercâmbio é importante em muitos sentidos, principalmente no sentido de aquisição de conhecimento.

O intercambista passa por um crescimento pessoal e profissional ao conviver com outros povos, línguas e costumes.

Caso o interessado busque reforçar algum idioma, como o inglês, ele pode viajar para estudar no país ou apenas passar um tempo por lá.

Em outras situações, algumas pessoas decidem fazer um intercâmbio em troca de um trabalho, seja ele o mais simples possível.

Nesse sentido, o intercambista testa os seus conhecimentos do idioma na prática e inclui uma experiência internacional em seu currículo.

Ter um intercâmbio em seu histórico profissional também gera grande impacto ao procurar por uma oportunidade.

Além de todos esses benefícios, há uma quebra de paradigmas, principalmente quando se faz intercâmbio com trabalho social.

Nessa situação, o intercambista conhece outro país e ainda consegue expandir a sua visão de mundo.

Como funciona um intercâmbio com a Exchange do Bem?

 para que serve o intercambio como funciona

A Exchange do Bem é uma empresa social que oferece o intercâmbio voluntário.

Esse tipo de intercâmbio consiste em viajar para outro país ou estado brasileiro, a fim de realizar ações sociais.

Você pode ajudar crianças e comunidades carentes, bem como animais.

O diferencial da companhia é que eles oferecem viagens para locais não convencionais, mas muito inspiradores. No total, são mais de 70 locais na América Latina, África e Ásia.

Conheça algumas das opções disponíveis:

Chemin Du Futur (Senegal)

O trabalho voluntário será realizado em Dakar, Senegal.

O Chemin Du Futur é um orfanato com 10 anos de existência.

As atividades a serem desenvolvidas são:

  • revitalização do local;
  • brincadeiras com as crianças;
  • turismo pela cidade;
  • auxílio na arrecadação de fundos para manutenção do orfanato.

Para participar do programa de voluntariado basta ter mais de 18 anos. Não é necessário saber inglês, nem outro idioma além do português.

Child and Animal Care (África do Sul)

O projeto Child and Animal Care é realizado em uma reserva natural na África do Sul. 

Além do cuidado com crianças, os voluntários também cuidam de animais selvagens machucados.

Os intercambistas ajudam a dar aula para as crianças, bem como acompanhá-las em atividades de recreação.

Depois de realizar esse trabalho, o grupo poderá realizar safári e conhecer a fauna local.

Os requisitos para esse programa é ter mais de 18 anos de idade e conhecimento intermediário de inglês.

Disabled Children’s Home (Nepal)

Já pensou em ajudar um centro que atende de 10 a 15 crianças com deficiência? É a proposta desse voluntariado no Disabled Children’s Home em Nepal.

Na instituição algumas pessoas trabalham de forma fixa e os intercambistas viajam para ajudar. O ideal é que cada pessoa passe pelo menos 1 mês no lugar, assim as crianças podem criar maiores laços.

As atividades que devem ser realizadas são: auxílio educacional com brincadeiras, atividades e recreação, limpeza do centro e o cozimento da alimentação das crianças.

É preciso ter inglês intermediário e mais de 18 anos de idade.

O que é necessário para fazer um intercâmbio?

Para fazer um intercâmbio é preciso cumprir os requisitos do programa em questão.

Ou seja, caso a viagem seja para estudos, é preciso que você saiba o idioma local, pois será fundamental para o seu aprendizado.

Caso viaje a fim de um trabalho, deve cumprir os requisitos das vagas. A maioria dos empregos em intercâmbio são atividades que podem ser ensinadas facilmente.

Para os intercâmbios sociais, você precisa ter a idade necessária e o conhecimento do idioma varia de acordo com a proposta do projeto.

A Exchange do Bem, por exemplo, oferece intercâmbios em que não é necessário saber qualquer outro idioma, pois um coordenador é responsável por guiar a comunicação. 

Uma dica é estudar inglês. Na maioria das vezes, independente do país, o inglês é o idioma requisitado. 

Para que serve o intercâmbio: Quem pode fazer um intercâmbio?

A principal característica que possibilita um intercâmbio é a disposição do interessado.

Nem sempre vai ser fácil se comunicar ou realizar as atividades solicitadas.

É necessário ter paciência e muita vontade de aprender. Não se preocupe, pois as viagens costumam ser em grupos que podem te ajudar.

Saiba que se você for aprovado  para um intercâmbio, significa que a agência responsável te julga como apto. Logo, não será nada além do que você consegue  e passar por boas experiências.

Qual é a melhor idade para fazer intercâmbio?

O intercâmbio pode acontecer em todas as idades. No entanto, a melhor indicação é de que seja a partir dos 16 anos de idade.

Isso porque é quando qualquer pessoa atinge um nível maior de percepções e também desenvolve maior autonomia para desenvolver a maioria das atividades possíveis.

De qualquer forma, é possível analisar a possibilidade de acordo com o seu interesse. Basta consultar o requisito de idade disposto pela agência ou empresa.

Tem que pagar para fazer intercâmbio?

O intercâmbio é pago, na grande maioria das vezes. Existem algumas situações pontuais, como bolsas escolares, em que a instituição de ensino disponibiliza a oportunidade de estudo no exterior.

De qualquer forma, será necessário desembolsar durante a sua estadia, que não costuma ser curta.

No intercâmbio voluntário também é necessário o pagamento. Ele é responsável por custear gastos como:

  • passagens aéreas;
  • hospedagem;
  • alimentação;
  • translado;
  • acompanhamento de coordenadores.

Muitas vezes, os projetos sociais não possuem grande investimento para arcar com os gastos. Alguns deles até mesmo recebem doações por meio das taxas cobradas.

Vale lembrar que também existem despesas com uma taxa de administração, que inclui tributos, campanhas de marketing e comunicação e inspeções.

O valor investido depende do tempo de permanência e do destino. Para mais informações, consulte a empresa mediadora.

Tem que saber falar inglês para fazer intercâmbio?

A resposta é: depende. De fato, o inglês é um idioma universal, pois serve como ponte de comunicação em diversos países, inclusive naqueles em que não é o idioma oficial.

Então é uma boa ideia estudar inglês. De todo modo, o idioma é aprimorado durante a viagem, então busque se acalmar em relação a isso.

Contudo, existem opções em que não é necessário saber falar inglês. A Exchange do Bem oferece diversos programas de voluntariado em que não é preciso saber qualquer idioma a não ser português.

Nestes casos, coordenadores realizam a mediação de comunicação entre os moradores locais e os intercambistas. 

Quanto tempo dura um intercâmbio?

O tempo de cada intercâmbio dura de acordo com a necessidade do projeto. Quando se vai estudar, por exemplo, é acordado um período. 

É possível passar de 6 meses a mais de 2 anos estudando em outro país.

Já os intercâmbios que visam ações sociais devem permanecer durante o tempo que o projeto está previsto. 

Existe a possibilidade de passar uma semana, 15 dias ou até mesmo um mês. Isso acontece, pois existem ações que necessitam de reformas de espaços, por exemplo, que levam um período de tempo significativo.

Conclusão: Para que serve o intercâmbio?

O intercâmbio serve como uma troca de experiências, culturas e contribuições entre os intercambistas e o projeto realizado em outro país.

Vale ressaltar que o intercâmbio, em qualquer um dos seus tipos, pode ser uma experiência transformadora para quem o vive.

Escolha um projeto social da Exchange do Bem para abraçar. Muitas pessoas precisam de ajuda nesse exato momento, e você pode atendê-las.

Ajudar outra pessoa é recompensador para nosso corpo, mente e espírito. 

Conheça os nossos principais projetos! 

Agora você entende para que serve o intercâmbio, bem como diversas informações importantes sobre o tema, como tipos, importância, idade e pagamento.

Caso tenha gostado deste artigo, também recomendamos a seguinte leitura: “Como Ser Voluntário no Exterior? Guia Completo [2022]”.

Para mais conteúdos relevantes sobre intercâmbio voluntário, acompanhe o nosso blog!